Pressão Ocular – O que é isso? Qual a relação com o Glaucoma?

Pressão Ocular

Precisamos falar de pressão ocular. Muitos podem a reconhecer como “pressão dentro do olho” ou “pressão alta nos olhos”, mas o mais importante é entender o que é isso. Melhor ainda, entender como ela pode ser controlada.

E não importa se você teve ou não glaucoma, se teve ou não perda de campo visual, o importante é voltar a enxergar melhor, tanto com tratamentos indicados por seu médico oftalmologista, quanto com exercícios naturais.

Portanto, nunca deixe que essa pressão seja o capítulo final, mas sempre o começo de uma luta que pode ter um final bem claro e feliz.

E a primeira coisa que é preciso lembrar é que essa pressão ocular não tem nada a ver com a pressão arterial.

Independente disso, entender como funciona a pressão ocular e conseguir atuar de forma natural é imprescindível. E por meio desse esforço é possível não só diminuir a pressão, como até recuperar campo visual.

A relação entre pressão ocular e glaucoma

Primeiro de tudo, é importante entender que nossos olhos têm um espaço, digamos assim, chamado de câmera anterior, que fica bem na frente do olho, entre a córnea e o cristalino. Nesse lugar, circula um líquido chamado Humor Aquoso, produzido pelos olhos e que banha essa parte da frente com nutrientes, anticorpos e outras substâncias importantes.

E não confunda com as lágrimas, elas estão do lado de fora da córnea enquanto o humor aquoso está do lado de dentro. Isso é importante para entender como funciona a pressão ocular.

Vamos pensar a câmara anterior como uma pia, você abre a torneira e a água vai enchendo a pia enquanto o excesso vai escoando pelo ralo. Se a quantidade de água que entra escoa, então uma drenagem boa está acontecendo, o que não deixa a água se acumular. Tudo flui com precisão.

A mesma coisa acontece com os olhos, enquanto o Humor Aquoso está sendo produzido e escoando de modo perfeito, tudo vai bem, mas quando surge um problema nesse processo e a drenagem deixa de ser completa ou pelo menos na velocidade desejada, começam a surgir os problemas.

Imagine que o “ralo” da câmara anterior esteja entupido, apertado ou apenas escoando menos água do que seria necessário. A água se acumula, vai subindo e quando esse líquido atinge um limite e não tem para onde ir, passa a pressionar esse espaço dos nossos olhos.

Como funciona seu olho e a pressão ocular

A pressão passa a pressionar o todo o globo ocular até chegar no nervo ótico, que fica restringido e sem circulação sanguínea.

O nervo óptico é constituído por milhões de fibras nervosas que conectam os estímulos luminosos captados pela retina (no olho ), os quais são transformados em impulsos elétricos e conduzidos ao cérebro ( pelo nervo óptico ) para que tenhamos uma visão.

Quando o nervo óptico é afetado pela alta pressão ocular, ele tem pouca nutrição, poucos vasos sanguíneos, e uma tendência com o tempo de ocorrer morte lenta e progressiva das fibras, formando um aumento da escavação do nervo, daí o termo escavação aumentada do nervo óptico.

As fibras mais superficiais são as primeiras a serem perdidas e elas são responsáveis pela visão periférica, por isso com a pressão ocular aumentada e os problemas no nervo óptico, as primeiras perdas ocorrem na visão periférica, no campo visual. Esse é o glaucoma!

Exatamente, glaucoma não é simplesmente a pressão ocular alta, mas a lesão em si. Ainda que não seja o mais comum, existe até glaucoma de pressão normal e que provoca a mesma perda de nervo óptico.

Como tratar a pressão ocular alta?

Quando a pressão ocular é considerada alta,  opta-se pelo uso de colírios.

Porém, como não há geralmente o cuidado na causa do problema a pressão muitas vezes continua aumentando. Às vezes o tratamento passa a ser com dois e até três colírios. E isso é um problema sério, principalmente, porque esses colírios têm uma série de efeitos colaterais, como olhos irritados, vermelhos e inchados.

É importante usar esses colírios (NUNCA SUSPENDA SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO OFTALMOLOGISTA), mas também é importante praticar exercícios visuais, pois eles atuam na causa do problema. Os exercícios dão a possibilidade de manter a pressão baixa enquanto se mantém o tratamento.

Melhor ainda, se conseguir fazer esses exercícios logo no começo do tratamento, talvez nem precise usar os colírios. Esses exercícios irão movimentar os olhos por dentro, como um desentupidor de pia, que vai mexendo aquele espaço até fazer com que o líquido escoe.

Os exercícios movimentam a pupila por exemplo, o que faz o líquido escoar mais facilmente e a pressão ocular diminuir aos poucos. Massagem, soltura do pescoço, também são auxiliares no tratamento.

A pressão ocular pode ser cuidada, basta começar. São centenas de casos de alunos Olhos de Águia que conseguiram controlar a pressão e aumentar o campo visual praticando os exercícios visuais.

Quer Receber sem Custo 1 Hora em vídeo de Exercícios para os Olhos?

Cadastre-se em minha Lista Vip, é totalmente gratuita, e por ela eu envio e-mails com Vídeo Aulas, Dicas e Exercícios Visuais para você praticar.
É por e-mail também que eu aviso quando os Programas Onlines estão com as inscrições abertas. Neles você têm acesso ao meu acompanhamento e também aos programas específicos de exercícios para cada problema visual.
Dois sábados por mês, das 9:00 ás 10:00, no Parque Villa Lobos – São Paulo, bem em frente ao anfiteatro (entrada principal), fazemos exercícios visuais ao ar livre, É totalmente gratuito e sem compromisso!!!

Basta chegar e participar !!!  Convide seus amigos e familiares, e venha sem lentes de contato!

Para saber as datas envie um e-mail para tatiana@tatianagebrael.com.br

MAIS INFORMAÇÕES E um Canal para tirar suas DÚVIDAS, envie um e-mail para:

tatiana@tatianagebrael.com.br

Se inscreva no canal do Youtube também – AQUI!!!

 

Quer saber mais e receber dicas como essa com exclusividade? Faça parte da lista VIP colocando seu email abaixo.

Responsive image

Dra. Tatiana Gebrael


Dra. Tatiana Gebrael ACREDITA nos tratamentos naturais, que agem não só nos sintomas, mas também nas causas dos problemas visuais e corporais, e que É POSSÍVEL ter olhos e corpo cada vez mais saudáveis em qualquer idade. Terapeuta Ocupacional, Especialista, Mestre, e Instrutora do método Self-healing de Meir Schneider.

Um comentário no post “Pressão Ocular – O que é isso? Qual a relação com o Glaucoma?

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestão

Campos obrigatórios são marcados com *